Buscar
  • Joana dos Santos

Desenvolvimento Infantil e a Saúde Pernil


Ambos geram consequências (positivas e negativas) para toda a vida e precisam ser tratados com o máximo respeito.

Bem, falarei um pouco sobre o desfralde, já que de IA só vivenciei uma (😂😂).

Toda ansiedade relacionada ao desfralde vem por conta das expectativas impostas pela sociedade que divergem completamente sobre a fisiologia do desenvolvimento infantil. Abre parênteses: Só poderá haver frustração quando se estiver preparado para tal objetivo, e não cumpri-lo por motivos diversos. Me mandem correr uma maratona, AGORA, e vejam meu resultado. Não conseguirei. Vou ficar frustada?! Não, já que nada tenho de preparo para tal atividade. E isso deverá se resumir em conseguir ou não. Uma criança que não completou seu desenvolvimento a ponto de controlar suas eliminações, não pode sofrer com isso. Precisamos de gentileza e respeito para esta fase.


O respeito deve se iniciar muito antes do `pensar em desfralde`. É preciso compreensão de que os movimentos em que o bebê será exposto, terá impacto sobre a sua Saúde Perineal.

A forma como o processo do desfralde de desenrola, tem ligação direta com as disfunções perineais que surgem na vida adulta, como o vaginismo, dispareunia, constipações, incontinências e afins.


É preciso compreensão de que um corpo que não está preparado para a sedestação (o sentar) não deverá ser imposto para tal. Diferencie do que é sentar com apoio, sem apoio e com apoio mas sem descarga de peso. É preciso compreender que um corpo que não está preparado para a ortostase (ficar em pé) não deve ser imposto para tal. Ai ai, andadores 😢😢


O desenvolvimento precisa ser livre, e cada criança terá o seu tempo. Estimular é diferente de pular etapas. Para uma criança que não está pronta para ficar em pé, quando é colocada em pé ela acaba desenvolvendo de maneira desregulada, pulando etapas, e causando disfunções. Para um corpo ficar em pé, são necessários os controles musculares de grandes grupos de músculos, mas também de pequenas estruturas musculares. Desenvolvimento infantil atropelado vai ter reação futura SIM. Precisamos estar em equilíbrio com a saúde perineal desde a primeira infância, e isso compreende em respeitar todas as fases do desenvolvimento. Não forçar o sentar, não forçar ficar em pé, não forçar o caminhar.


O objetivo aqui não é julgar, e sim alertar a influência da primeira infância no sucesso da saúde perineal, que invariavelmente, no adulto ou na criança, vai relacionar três questões fisiológicas: sexualidade, micção e evacuação.


Dicas práticas:

🧠Descarte o andador que ganhou de herança, benefício zero.

🧠Só faça uso de brinquedos que mantenham a ortostase (ficar em pé) depois que a criança já fique em pé sozinha. Fica a pergunta: Quanto tempo você se sente bem na mesma postura, em pé?! Qual o motivo de acreditar que seu bebê vai tolerar muito tempo nesta postura?

🧠Priorize o corpo livre. Colchonete, tatame, e chão. Observe, auxilie, brinque junto, sente junto, mas não antecipe.

🧠Se o sinal de prontidão é ficar sentado para iniciar a IA, forçar a posição sentado não será um sinal de prontidão. O seu bebê não precisa compreender que a licença maternidade tem x tempo

🧠Esqueça o calendário. Não tem tempo limite para nada.


Cada mini músculo do corpo do seu bebê, é igual ao seu. Nada é criado com o passar dos anos, apenas é desenvolvido o controle sobre o funcionamento deles.

O bebê não nasce com manual acoplado, ele precisa vivenciar para desenvolver.


O desenvolvimento de uma criança é o momento mais expectador.

Assista, curta, vivencie, mas não apresse.



#desfralde #saude #criança #neuro #bebe #maternidade

19 visualizações0 comentário